Grupo Renosa

Trabalhando o presente. Construindo o futuro que a gente quer.

história

História

Nossa História

A Coca-Cola iniciou suas operações no Brasil em 1941, mas apenas no ano seguinte inaugurou sua primeira fábrica, no Rio de Janeiro.

O primeiro refrigerante que chegou ao mercado inaugurou uma história de confiança e respeito mútuos. Em 70 anos de Brasil, a Coca-Cola e seus fabricantes franqueados se orgulham de ter aberto mercados, gerado riquezas, criado hábitos, influenciado comportamentos e, acima de tudo, contribuído para o desenvolvimento econômico e social do país, seja em âmbito local ou nacional.

Ao longo deste tempo, a Coca-Cola Brasil não abriu mão de inspirar momentos de otimismo, através de suas marcas e ações, e de fazer a diferença para melhor em tudo que está envolvida.

A RENOSA tem orgulho de fazer parte dessa história.

Linha do Tempo

1941 A Coca-Cola começa a ser produzida em mini fábricas em Recife e Natal.
1942 A Coca-Cola é lançada no mercado brasileiro em garrafas de 185 ml. É inaugurada a primeira fábrica, no Rio de Janeiro.
1943 Em São Paulo, é inaugurada a primeira filial.
1945 No mesmo ano em que entra em operação a segunda fábrica no Rio de Janeiro, é instituída em Porto Alegre a primeira franquia no País.
1947 Chega ao Brasil a Liquid Carbonic, que produz gás para bebidas.
1948 O Sistema Coca-Cola Brasil se amplia e surgem mais 4 franquias. A Coca-Cola lança e patrocina o programa Um Milhão de Melodias, na Rádio Nacional.
1949 A Cia. Fluminense de Refrigerantes inaugura em Porto Real, distrito de Resende – RJ, uma fábrica às margens do Rio Paraíba que é uma referência na região em tratamento de efluentes.
1950 É criada a fórmula do Guaraná Taí.
1964 A Fanta Laranja é lançada no Brasil.
1967 Inauguradas fábricas no Espírito Santo e no Maranhão.
1969 Inaugurada a fábrica em Santa Catarina.
1970 No Rio de Janeiro, começa a operar a primeira máquina de post-mix do Brasil. No coração da Amazônia, nasce mais uma fábrica da Coca-Cola.
1971 Lançamento da Fanta Uva.
1972 A fábrica da Coca-Cola em Mato Grosso do Sul é uma das primeiras indústrias do estado.
1974 Três novas fábricas entram em operação: Brasília - DF; Mogi das Cruzes - SP e Pindamonhangaba - SP.
1976 Mais três fábricas iniciam suas atividades: Uberlândia - MG, Várzea Grande - MT e Aracaju - SE.
1977 Mais seis novas fábricas são criadas no País. O empresário Luiz Carlos Lomba de Mello compra o controle da Refrigerantes do Noroeste S/A – RENOSA, e então é fundada a RENOSA.
1978 Começam a operar as fábricas de Campos - RJ e Maceió - AL.
1979 Mais quatro fábricas são inauguradas.
1980 O Troféu Atleta, instituído pela Coca-Cola, premia os craques do futebol do esporte amador.
1981 Mais 6 fábricas entram em atividade no País, entre elas a fábrica da RENOSA em Barra do Garças – MT. A Coca-Cola lança a embalagem lata no País.
1982 Nasce a Cerveja Kaiser, fruto da criatividade e ousadia dos fabricantes franqueados da Coca-Cola Brasil. A Kaiser inova no então centenário mercado de cervejas e, nos próximos 10 anos de sua existência, abocanha 17% de participação de mercado.
1984 Lançamento do Sprite. Inauguração de três novas fábricas.
1985 A fábrica de Boa Vista, em Roraima, torna a Coca-Cola presente em toda a Amazônia.
1986 Os 100 anos da Coca-Cola são comemorados em todo o mundo.
1987 A Coca-Cola patrocina a Copa União, o maior contrato esportivo feito por uma empresa privada no País até então. Mais quatro novas fábricas entram em operação.
1988 Outras quatro fábricas iniciam suas operações.
1990 Lançamento da Fanta Laranja Diet. A Coca-Cola começa a patrocinar todas as categorias da Seleção Brasileira de Futebol.
1991 A RENOSA inaugura sua terceira fábrica em Sinop – MT. A Coca-Cola lança a embalagem PET descartável no País.
1992 Inauguração da maior fábrica da Coca-Cola na America Latina, em Jundiaí - SP. A RENOSA instala a segunda linha de sopro de garrafas PET no País em sua fábrica em Várzea Grande – MT.
1993 A Coca-Cola passa a apoiar em todo o planeta o Dia Mundial de Limpeza de Rios e Praias.
1996 Lançamento do Programa Coca-Cola Reciclou, Ganhou.
1997 Criação do Sistema de Gestão Ambiental “eKOsystem”. A Coca-Cola light inaugura a categoria light em refrigerantes no Brasil. Lançamento do Guaraná Kuat. A RENOSA inaugura uma nova fábrica em Várzea Grande – MT.
1998 O Programa Operação Qualidade do Ar, criado em 1996 e apontado como exemplo bem-sucedido de gestão ambiental, ganha O Prêmio CNI de Ecologia.
1999 Fundação do Instituto Coca-Cola para a Educação. Implementação do Programa Coca-Cola de Valorização do Jovem.
2001 Coca-Cola entra no mercado de sucos prontos com o lançamento de Kapo.
2002 Publicação do primeiro Relatório de Responsabilidade Social. A Coca-Cola Brasil vende a Cervejaria Kaiser para o grupo Canadense Molson.
2003 A Coca-Cola firma com o COB patrocínio às equipes olímpicas de ginástica artística, judô e natação, visando o apoio a preparação para as Olimpíadas de 2004.
2003 A Coca-Cola lança o Programa Prato Popular e oferece uma alternativa de alimentação saudável para a população de baixa renda. A RENOSA implementa em Mato Grosso o Programa Coca-Cola de Valorização ao Jovem.
2004 Lançamento da identidade corporativa Coca-Cola Brasil, em campanha institucional, para maior transparência de suas ações sociais.
2005 Três famílias de fabricantes da Coca-Cola na África do Sul passam a fazer parte do capital da RENOSA. A Coca-Cola adquire a empresa Sucos Mais e diversifica mais sua linha de marcas e produtos. O Sistema Coca-Cola Brasil diminui pela metade o volume de água por litro de bebida produzida, em comparação com os níveis de consumo de 10 anos antes, e supera a meta de 2,3 litros de água por litro de bebida produzida. O Sistema Coca-Cola Brasil conquista a Woodruff Cup, prêmio dado anualmente para a melhor operação mundial da Coca-Cola. O Instituto Coca-Cola Brasil (ex- Instituto Coca-Cola para a Educação) se torna uma OSCIP e concentra seu foco no tripé Educação, Meio Ambiente e Vida Saudável. O grupo cervejeiro Femsa de origem Mexicana compra a Cervejaria Kaiser.
2006 A RENOSA adquire a Companhia Maranhense de Refrigerantes, fabricante de Coca-Cola no Maranhão e norte de Tocantins.
2007 A Coca-Cola e seus fabricantes formam uma Joint-Venture (JV Mais) para explorar juntos o negócio de bebidas não-carbonatadas. A Coca-Cola Zero é lançada. A RENOSA adquire 40% do capital da Sorocaba Refrescos S/A, fabricante de Coca-Cola para Sorocaba e região. A Coca-Cola compra a Mate Leão.
2008 A JV Mais compra a Sucos Del Valle do Brasil, e integra a marca Del Valle ao seu portfólio de bebidas saudáveis. A RENOSA, o Instituto Coca-Cola Brasil e o Instituto Ayrton Senna firmam parceria com o governo estadual do Maranhão para implementar o Programa Educação Campeã no estado.
2009 RENOSA lança o hidrotônico i9 e passa a atuar na categoria de Isotônicos.
2010 O grupo Constâncio Vieira inaugura a primeira fábrica "verde" do sistema Coca-Cola em Maceió/AL.
2010 RENOSA inicia a comercialização dos produtos Matte Leão.
2011 A RENOSA, através da Companhia Maranhense de Refrigerantes (CMR), adquire da família Constâncio Vieira, os territórios de Alagoas, Sergipe e norte da Bahia, e também a Água Mineral Crystal Nordeste.
2012 A RENOSA desinveste sua participação de 40% na Sorocaba Refrescos S/A ao assinar contrato de compra e venda com a Rio de Janeiro Refrescos Ltda, filial da Embotelladora Andina S/A.